segunda-feira, 11 de dezembro de 2006

YASMIM E MAIARA




BRILHO PASSAGEIRO




No céu entre nuvens passageiras

Brilham as estrelas ofuscantes

Sonham na terra meninas fagueiras,

Esperam o primeiro amor distante



À distância as estrelas se transmudam

Uma some, outra assume o seu lugar

Tão bela e talvez muito mais brilhante

Pisca-pisca para o encanto de olhar.



Pulsam corações em descompasso

Diante da Via-Láctea deslumbrante

Corre o facho de estrelas no espaço

Some entre as nuvens o diamante



Luminosa é a beleza genuína

Cada uma vem disposta a revelar

Esconde o brilho breve da menina

Enigmática mulher no doce olhar


Conceição Pazzola
Olinda, 29/04/2002



 

Um comentário:

Silvia disse...

Ah! O amor. As estrelas tornam-se poucas para traduzir seu brilho.
Lindo, Conceição.