sexta-feira, 20 de abril de 2007

CONTENÇÃO


Não é fácil sorrir

Quando se quer chorar

Não é fácil falar

Quando se quer silenciar

Não é fácil recordar

Quando se quer esquecer

Não é fácil voltar a viver

Quando se quer partir

Tão difícil é chegar sem ir

Sem ninguém perceber

Partir sem ninguém afetar

Cantar mesmo sem querer

Nem o coração mandar

Calar o que se quer gritar

Ao mundo para ser ouvido

E afinal de contas descobrir

Pouco ou nada disso importa

Somente, quanto se suporta

Enquanto o mais importante

Continua sem resposta.

Conceição Pazzola.

23/03/1998.

Um comentário:

Maria Muadié disse...

"Só eu sei
as esquinas por onde andei..."
Djavan