sexta-feira, 23 de março de 2007

O MUNDO DE SOFIA,, Jostein Gaarder - RESUMO



"A capacidade de nos surpreendermos é a única coisa de que precisamos para nos tornar bons filósofos (...) E agora tens que te decidir, Sofia:
és uma criança que ainda não se habituou ao mundo? Ou és uma filósofa que pode jurar que isso nunca lhe acontecerá?... Não quero que tu pertenças à categoria dos apáticos e dos indiferentes. Quero que vivas a tua vida de forma consciente."

À primeira vista, o livro nos remete para o romance banal de Sofia Amundsen. Às vésperas de completar quinze anos a menina recebe um envelope misterioso enviado por um não menos misterioso Alberto Knox, com perguntas tais como De onde vem o mundo? Quem é você? De onde você vem? E um cartão postal para “Hilde Moler Knag a/c de Sofia Amundsen”, seguidos de alguns papéis de um curso de filosofia.

Naturalmente curiosa, Sofia se interessa em resolver o enigma, torna-se aluna de filósofo de cinqüenta anos Alberto Knox que a introduz no pensamento de Sócrates, Aristóteles, Platão, Demócrito, o Império Romano, o Renascimento, o Cristianismo, o Iluminismo, René Descartes, Spinoza, o Romantismo, Marx, Darwin, Freud, Hegel, e muitos outros.

Alberto Knox começa totalmente anônimo, aos poucos deixa que a menina descubra mais coisas a seu respeito, até que eles se conhecem.

A intrigante história de Sofia e Alberto (o seu professor) é muito mais que um enredo banal. À medida que o curso de filosofia vai se desenvolvendo, Sofia e Alberto começam a sentir que eles estão inseridos em outra realidade além daquela em que vivem.

Durante o desenrolar do curso, Sofia lida com personagens como Chapeuzinho Vermelho, Aladim, e outras que um dia foram criadas para viverem dentro de uma narrativa infantil. Existem apenas em nossa lembrança porque um dia as conhecemos nas páginas dos livros. A inquietude e a curiosidade se tornam cada vez mais agudas, principalmente quando Sofia Amundsen descobre que os papéis recebidos são enviados por Alberto Knox, mas, o cartão postal vem de uma outra pessoa, um agente de paz da ONU no Líbano, que se chama Alberto Knag e tem uma filha de nome Hilde que também vai completar quinze anos, cujo dia de aniversário coincide com o seu.

No último capítulo, afinal Sofia descobre que ela e seu professor Alberto são apenas duas personagens do livro que o agente de paz da ONU Alberto Knag escreveu para presentear a sua filha no seu aniversário. Eles não existem.

5 comentários:

Maria Muadié disse...

Uma vez eu comecei a ler este livro, e não terminei...

**NATÁLIA** disse...

oI
ME CHAMO NATÁLIA
EU TENHO 14 ANOS...
NOSSA LI ESSE LIVRO E SIMPLESMENTE AMEII
SUPER INTERESSANTE
A GNTE S INVOLVE NOS MISTERIOS DA VIDA ....
ÉH ÓTIMO PARA APRENDER A HISTÓRIA D FILOSOFIA
LEIAM
VALE A PENA


BJX

Anônimo disse...

Oi eu me chamo Thais e tenho 15 anos
ganhei esse livro de uma professora de filosofia.... nossa fiquei muito impressionada com tudo o q li

Muito bom e eu recomendo é otimo tudo que uma jovem de 15 anos sonha em aprender assim como Sofia e Hilde eu aprendi varias coisas e lições de vida

Bjim

Anônimo disse...

Amei o livro fiquei muito triste depois de saber que sofia e aberto eram apenas personagens de uma historia de albert knag.E tambem fiquei triste de saber que li um livro de 547 paginas e no final descubro que toda a historia que li ate a pagina 400 não passava da historia de um livro escrito por outro personagem do livro.fora a isso amei o livro e recomendo!!!

tiita C. disse...

Oi meu nome é Talita tenho 15 anos, o meu professor de filosofia, me emprestou o filme e fiquei fascinada com história. Pretendo ler o livro também. É uma história que é impossível você não se envolver nela! Ainda mais quando você é apaixonado por filosofia ^^